1 - PRINCÍPIO DA LIDERANÇA
A Cercibeja evidencia liderança, seja ao nível da própria organização, seja no sector dos serviços sociais onde atua, através de boa governação, promovendo boas práticas e inovação, uma imagem positiva, utilização eficiente dos recursos e uma sociedade mais aberta e inclusiva, desafiando os níveis de expectativas existentes.

 

2 - PRINCÍPIO DOS DIREITOS
A Cercibeja compromete-se com a promoção e a defesa dos direitos dos clientes, em termos de igualdade de tratamento, de oportunidades, de participação, de liberdade de escolha e de autodeterminação. Assegura a escolha informada, e adota uma atitude positiva e não discriminatória dentro dos próprios serviços. Este compromisso está presente nos valores da Organização e em todas as fases da prestação de serviços.

 

3 - PRINCÍPIO DA ÉTICA
A Cercibeja funciona com base num Código de Ética, no respeito pela dignidade do cliente, da família/significativos e/ou de terceiras pessoas, protegendo-os de riscos indevidos, especificando os requisitos da Organização em termos de competências exigidas e promovendo a justiça social.

 

4 - PRINCÍPIO DAS PARCERIAS
A Cercibeja atua em parceria com as entidades públicas e privadas do sector, entidades empregadoras, sindicatos, entidades financiadoras e clientes, organizações de pessoas com deficiências e incapacidades, grupos locais, famílias/significativos e/ou terceiras pessoas, com o objetivo de assegurar um contínuo na prestação de serviços, alcançando resultados cada vez mais eficazes e uma sociedade mais aberta e inclusiva.

 

5 - PRINCÍPIO DA PARTICIPAÇÃO
A Cercibeja promove a participação e a inclusão das pessoas com deficiências e incapacidades a todos os níveis da Organização, bem como na comunidade. A Cercibeja envolve os clientes como membros ativos nas suas próprias equipas de trabalho e promove a capacitação (empowerment) dos clientes. Em colaboração com outras entidades, envolve-se na defesa dos direitos (advocacy) dos clientes, na eliminação das barreiras, na sensibilização da sociedade e na promoção ativa da igualdade de oportunidades.

 

6 - PRINCÍPIO DA ORIENTAÇÃO PARA O CLIENTE
A Cercibeja implementa processos de trabalho orientados pelas necessidades dos clientes, atuais e potenciais, com o objetivo de promover a sua qualidade de vida. Respeita o seu contributo individual, envolvendo-os na autoavaliação e promovendo a sua avaliação dos serviços que lhes são prestados. A avaliação dos objetivos definidos para cada cliente e dos serviços prestados tem em conta o contexto dos clientes. Os processos de trabalho são revistos regularmente.

 

7 - PRINCÍPIO DA ABRANGÊNCIA
A Cercibeja assegura aos clientes um contínuo de serviços, holístico, baseado na comunidade, valorizando a contribuição de todos os potenciais parceiros, incluindo a comunidade local, empregadores e outros atores, intervindo desde o momento em que é detetada a necessidade e assegurando apoio e acompanhamento continuados. Os serviços são prestados através de uma abordagem multidisciplinar e/ou em ambiente multi-localizado, através de parcerias com outras entidades prestadoras de serviços ou empregadoras.

 

8 - PRINCÍPIO DA ORIENTAÇÃO PARA OS RESULTADOS
A Cercibeja orienta-se para os resultados, em termos de benefícios percecionados e efetivos para o cliente, para a sua família/significativos e/ou terceiras pessoas, para os empregadores e para a comunidade em geral. Visa a obtenção do máximo valor para as entidades financiadoras e entidades clientes. O impacto da prestação dos serviços é medido e monitorizado, constituindo um elemento importante do processo de melhoria contínua, numa lógica de medida, de avaliação e de transparência.

 

9 - MELHORIA CONTÍNUA
A Cercibeja é proactiva na satisfação das necessidades do mercado, utilizando os recursos da forma mais eficiente, melhorando e desenvolvendo os seus serviços, promovendo a investigação, o desenvolvimento e a inovação. Está comprometida com a aprendizagem, a formação e o desenvolvimento dos seus colaboradores. Desenvolve estratégias de comunicação e marketing eficazes, valoriza a avaliação dos clientes, financiadores e outras partes interessadas, e implementa sistemas de melhoria contínua da qualidade.